Aprovada em última sessão do semestre a Lei de Diretrizes Orçamentárias

Aprovada em última sessão do semestre a Lei de Diretrizes Orçamentárias



Mas a pauta em discussão foram as mediadas de proteção contra a covid-19 após o novo decreto municipal

 

Na sessão de segunda-feira (06) os vereadores aprovaram a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que é elaborada anualmente e tem como objetivo apontar as prioridades do governo para o próximo ano. Ela reúne detalhes sobre o uso dos recursos públicos no curto prazo, definindo as ações para o ano seguinte.

Mas as discussões foram mesmo em torno das medidas de proteção contra a covid-19 após a publicação do novo decreto municipal, que prevê, dentre outras medidas, que bancos, supermercados e similares afiram a temperatura dos clientes, além de manter as demais medidas, que já vinham sendo adotadas, como a obrigatoriedade do uso de máscaras.

Nos vídeos abaixo a opinião e a visão do vereador Carlos Zoel – Cazoel (PP) sobre as novas medidas de proteção elencadas no novo decreto municipal, que começou a valer na segunda-feira (06).

Acerca de uma reunião do comitê de combate ao novo coronavírus, na  qual foram discutidas as novas medidas de segurança e proteção contra a pandemia no município, o vereador Cazoel observou que é “um absurdo” a justificativa do jurídico, “quando diz que não pode multar, porque não tem um documento que prove a evolução do novo coronavírus”.

Ainda sobre a reunião o vereador relatou que “após quatro meses de pandemia ainda estavam discutindo quem faria a ficha da pessoa contaminada”.

O vereador relatou também sobre a diminuição do medicamento para a covid-19. “Isso é um absurdo”, disse Cazoel. “Eles ainda não gastaram 20% do recurso que entrou”.

O parlamentar também falou a respeito de se cumprir as normas de proteção ao novo coronavírus.

O presidente da Casa, Antônio Félix Costa Barros, refletiu acerca do aumento do numero de casos do novo coronavírus dizendo que se “o município não faz 100 por cento, a sociedade não faz um por cento”. Pois segundo Félix muitas pessoas deixam de cuidar da saúde para farrear”.

Indicações

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foram apresentadas quatro indicações, todas de autoria do vereador Gesmar Nogueira (PSDB). Os assuntos dos documentos vão desde solicitação de placa de identificação do posto de saúde Governador Luís Rocha no povoado Altos a limpeza geral no quintal deste posto.

O vereador também solicitou ao chefe de executivo que seja feita a aquisição de uma autoclave, com pacote completo para sutura, também para o posto de saúde do povoado Altos.

Em outra indicação o vereador pede, para o mesmo povoado, o conserto do bebedouro do posto de saúde, como também montagem e instalação da cadeira do gabinete odontológico, que se encontra dentro da caixa a mais de 6 meses.

Recesso

A câmara de vereadores suspendeu os trabalhos na segunda-feira (06), com volta prevista para a primeira semana do mês de agosto, mas havendo necessidade pode reunir-se em sessão extraordinária a qualquer momento no período de recesso.

 

 

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Themetf